Marcello Lagonegro

lago-st.html

0 Love this post.0
Tubarao

Marcello Lagonegro – Subcultura.net Marcello Lagonegro

Alucina-me ver, como cogumelos
Brotam do nada. Cabeça
Que pensa no nada. Esqueça
Cabeça, martelos. Na vidraça.
Mutila-me ver como
Mata.

Relacionado

Quem será aquele homem?

Quem será aquele homem a quem a vida lhe fez adulto ainda criança? Quem será aquele homem a quem a vida o deformou sem sequer lhe conformar? Quem será aquele homem a quem a vida lhe consumiu em plena juventude? Quem será aquele home a […]

Love this post.0

Onirico

Marcello Lagonegro – Subcultura.net Marcello Lagonegro Onírico Quando aquela luz estelar ofuscou nosso sono. sonhava Já não possuía olhos. nem,tampouco. a visão. que me permitisse sonhar aquela luz. Estrela que ofusca meus sonhos. ó venhas alumiar, com tua luz, minha torpe visão. Ó visão que […]

Love this post.0
Cenário para Howl: memórias dos anos Waugh

Espasmos

Neste dia de hoje da cólera se fez o futuro. O passado descansa na rede embalada pela discórdia. Águia brava que rapina a carne, a água e o vinho. Desce pela garganta ardendo pelo togo tragado. Espuma de sangue flui e ferve nas veias enrijecidas […]

Love this post.0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *