Letras

Jorge de Lima, Panfletário do Caos

Foi dia 31 de dezembro de 1961 que te compreendi Jorge de Lima enquanto eu caminhava pelas praças agitadas pela melancolia presente na minha memória devorada pelo azul eu soube decifrar os teus jogos noturnos indisfarçavel entre as flores uníssonos em tua cabeça de prata […]

Love this post.0

Festival do Rock da Necessidade

Flor obscena queimando os olhos das cobras com sua pasta fosforescente, abre caminho até estes cabeludos fodidos da vida com seus banjos de alucinação & a menina de olhos cor-de-laranja canta um rock pesado FAÇA DE MIM O QUE VOCÊ QUISER que pede entre outras […]

Love this post.0

Ganimedes 76

Teu sorriso olhinhos como margaridas negras meu amor navegando na tarde batidas de pêssego refletindo em teus olhinhos de fuligem cabelos ouriçados com um pequeno deus de um salão rococó força de um corpo frágil com âncoras gostei de você eu também amanhã então às […]

Love this post.0
Grito

Uma Fronteira para o Grito

Inseguro entre o céu e a estepe, suspenso num fluir de roda gigante, embebido na minha nostalgia de centauros, eu devoro pedaços de musgo e raízes de plátano, estendido em jardins intermináveis onde se modelam arcanjos. Teria sido muito mais fácil escrever cartas de amor, […]

Love this post.0

O Serpentário e suas Ramificações

A cidade e seu esqueleto múltiplo e inevitável, seus animais incendiados e turbilhões de fomes sem fim. Dentro dela, o grande estômago absorvendo todas as contemplações. Vitrais pulverizados envolvem os grandes prédios, a magia coloca-se ao alcance de todos sob forma de um corrimão que […]

Love this post.0

Poemas para ler em voz alta

1 EROS viajantes inertes imersos no silêncio dessas horas quando o tempo não é mais tempo porém lassidão e nossos corpos arquejantes construções envoltas em nudez testemunhada apenas pelos objetos da casa, os quadros na parede, os pesados móveis, os livros e suas lombadas, vasos […]

Love this post.0

Poética

1 então é isso quando achamos que vivemos estranhas experiências a vida como um filme passando ou faíscas saltando de um núcleo não propriamente a experiência amorosa porém aquilo que a precede e que é ar concretude carregada de tudo: a cidade refluindo para sua […]

Love this post.0