marcio-elementos.html

marcio-elementos.html

Márcio Coutinho – Subcultura.net Márcio Coutinho

Elementos

E deram a falar comigo
em elegância franzida, as dúvidas
e a surpresa ocasional das hipóteses.
Como se assim soubessem-me tolerâncias
ou o desejo provinciano
de minhas páginas internas.
Nelas, sou paternidade a linhas tortas
talvez saídas de uma genética em desalinho,
ou conseqüência lógica
de uma vida risível.
Tampouco não sou dado a adornos.
Sou beirada de abismo
onde apenas jazz e ópio
são cômodos com água quente e lareira.
Ternos eternos termos
de suposta intimidade
aos quais me permito o cortejar.
Minha tênue, única e sem precedentes
é sucumbir ao amor minha alma
que apesar de desdizer-me o contrário
cedo se descobre, nômade e contraditória.

Respostas:0 / Compartilhar:

Também pode querer ver isto …

Postar Comentário

Seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *