Assimetria de traços pessoais

Assimetria de traços pessoais

Eu que era parte
e hoje sou forma encontrada,
articulo vida e um poema ou dois
frente à azáfama do cotidiano.
E agraciado que fui
com a pena e a espada,
e índice de inteligência
acima de 90,
compreendo os porquês em neon,
as lástimas em demasia
e a categoria dos inconformados.
Já os que têm a paixão das coisas
a um palmo do corte,
os que têm na boca
o dor de meus dentes,
os que esperam na ferrugem da gilete
a sorte do pulso,
quero o êxtase

ou a mescalina que justifique a vida.
Sou desses naturais
em que se quedou o heroísmo.
Desses que corriam os puteiros
com Nelson Rodrigues,
e tomava porres com Billie Holiday.
Desses que mudaram o curso dos olhos
aos uivos da loba,
na Copacabana “Bad Girl.
Por isso não me sujo de importâncias
e só lamento do fracasso as possibilidades.
Minha mais forte tendência
é ser por isso argumentado,
às vezes pegam leve,
às vezes, pesado.

Respostas:0 / Compartilhar:

Também pode querer ver isto …

Postar Comentário

Seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *