Antro de Letras

O Rato

Prefácio de O Rato (trechos)

O rato é meu primeiro romance sobre animais, um romance dedicado a criaturas excepcionais e pouco conhecidas, já que o estudo humano sobre os ...
Leia Mais
Cidade de Deus 1965

Cidade de Deus Fragmentos

(...) A chuva tomou novo impulso, seus pingos ricocheteavam nos telhados como rajada de metralhadora. A água lavou as manchas de sangue na beira ...
Leia Mais

Trilogia Suja de Havana – um inventário da crise cubana

Por Wilton Rossi Publicada há pouco pela Companhia das letras, a primeira obra em prosa de Pedro Juan Gutiérrez surpreende por dois motivos. Primeiro, ...
Leia Mais

Espere a Primavera, Bandini

Arturo Bandini tinha toda a certeza de que nao iria para o inferno quando morresse. O caminho para o inferno era o cometimento de ...
Leia Mais
Secagem de sizal

Resumo de A Noite dos Cristais

A Noite dos Cristais, de Luís Fulano de Tal (Luís Carlos de Santana), conta a história do negro Gonçalo, um brasileiro que nasceu na ...
Leia Mais
William Burroughs – Entrevista para Ginsberg e Corso

Carta de Dom Deo

de Estar sendo. ter sido Editora Nankin, 1997 Só vejo o dorso de Deus, Vittorio. tem listras. nunca lhe vejo o rosto. certa vez ...
Leia Mais
Plaza

O grande rebu da maconha

A L&PM editores publicou o livro "Erections, Ejaculations, Exihibitions and General Tales of Ordinary Madness", em dois volumes, sob o título geral de Ereções, ...
Leia Mais

Pornosamba para Marquês de samba

esta homenagem coincide com a deterioração da Bastilha Sul-Americana minada pela crise de corações & balagandãs econõmicos onde se mata de tédio o poeta ...
Leia Mais

Ardor da Água

Papo com Júlio Bressane & Jairo Ferreira no Cachação Lésbicas discutindo semiótica saídas de um filme de Bressane saídas de um poema de Roberto ...
Leia Mais
Visions onf Cody

Boletim do Mundo Mágico

Meus pés sonham suspensos no Abismo minhas cicatrizes se rasgam na pança cristalina eu não tenho senão dois olhos vidrados e sou um órfão ...
Leia Mais

última locomotiva, gregos de Homero

sonhando dentro do chapéu de palha. últimas vozes antes dos lábios & dos cabelos, sonoterapia voraz. você adora as folhas que caem no lago ...
Leia Mais

mestre Murilo Mendes tua poesia são

os sapatos de abóboras que eu calço nestes dias de verão. negócio de bruxas. o sol caía na marmita do adolescente da lavanderia. você ...
Leia Mais

A Catedral da desordem

A nossa batalha foi iniciada por Nero e se inspira nas palavras moribundas: " Como são lindos os olhos deste idiota". Só a desordem ...
Leia Mais

A Coréia é na Esquina

Assim não dá meu tesão eu começo a sonhar com você todas as tardes & você lá em Santos comendo amendoim vendo anjos nas ...
Leia Mais

À Deriva no Rio da Existência

abandonar tudo. conhecer praias. amores novos. poesia em cascatas floridas com aranhas azuladas nas samambaias. todo trabalhador é escravo. toda autoridade é cômica. fazer ...
Leia Mais

Chianti Tenuta Di Marsano

"La bocca e le parole son l’arco e le saette che tu hai Canzone Nicollò Machiavelli Quando alguém atravessa a floresta cai o pano ...
Leia Mais

Jorge de Lima, Panfletário do Caos

Foi dia 31 de dezembro de 1961 que te compreendi Jorge de Lima enquanto eu caminhava pelas praças agitadas pela melancolia presente na minha ...
Leia Mais

Festival do Rock da Necessidade

Flor obscena queimando os olhos das cobras com sua pasta fosforescente, abre caminho até estes cabeludos fodidos da vida com seus banjos de alucinação ...
Leia Mais

Ganimedes 76

Teu sorriso olhinhos como margaridas negras meu amor navegando na tarde batidas de pêssego refletindo em teus olhinhos de fuligem cabelos ouriçados com um ...
Leia Mais

Viagens 5: Os poetas apenas transcrevem o que outros poetas já disseram

Aos amantes uma outra vida é concedida Hölderlin Despertemos neste domingo de tentáculos solares que ameaçam tomar conta do resto da semana; com a ...
Leia Mais
Grito

Uma Fronteira para o Grito

Inseguro entre o céu e a estepe, suspenso num fluir de roda gigante, embebido na minha nostalgia de centauros, eu devoro pedaços de musgo ...
Leia Mais

O Serpentário e suas Ramificações

A cidade e seu esqueleto múltiplo e inevitável, seus animais incendiados e turbilhões de fomes sem fim. Dentro dela, o grande estômago absorvendo todas ...
Leia Mais

Poemas para ler em voz alta

1 EROS viajantes inertes imersos no silêncio dessas horas quando o tempo não é mais tempo porém lassidão e nossos corpos arquejantes construções envoltas ...
Leia Mais

Poética

1 então é isso quando achamos que vivemos estranhas experiências a vida como um filme passando ou faíscas saltando de um núcleo não propriamente ...
Leia Mais